Agro Aérea Vila Velha.

Pulverização aérea.

Agrovel - Agro Aérea Vila Velha Ltda tem por objetivos ser uma empresa de apoio aos agricultores, proporcionando soluções práticas, econômicas e de alta qualidade em seus serviços prestados voltados a aviação agrícola.


Sobre


Quem somos? | Nossa empresa

Foi fundada em 1975 e atuando na região desde então, tem por objetivos ser uma empresa de apoio aos agricultores, proporcionando soluções práticas, econômicas e de alta qualidade em seus serviços prestados voltados a aviação agrícola e manutenção de aeronaves e está localizada na cidade de Ponta Grossa no Paraná.

O fundador e idealizador o Cmte. Luiz Carlos Basson Dell'Aglio, possui uma vasta experiência no setor da aviação agrícola atuando no ramo da aplicação aérea em diversos tipos de culturas.

A Agrovel tambem disponibiliza oficina homologada de manutenção de aeronaves.



Serviços

Algumas das principais culturas pulverizadas

Arroz

Aplicação de fungicidas específicos evitando possiveis pragas do arroz como: cupim, larva-arame cascudo preto, pulgao, broca bicheira,lagarta da folha, cigarrinha entre outros.

Banana

Pulverizando principalmente fungicidas específicos contra o Mal-de-Sigatoka (Mycosphaerella musicola - fase perfeita Cercospora musae - fase imperfeita) combatendo a Sigatoka amarela e Sigatoka negra.

Soja

Aplicações de fungicidas específicos evitando a Lagarta-da-soja, Broca-das-axilas, Percevejo-verde, Percevejo-pequeno, Percevejo-marrom etc.


Trigo

Pulverizando principalmente a cultura do trigo evitando a broca-do-colo ou lagarta-elasmo.

Milho

Pulverização do milho evitando a cigarrinha, larva alfinete broca do colmo, pulgão lagarta do cartucho, etc.

Feijão

Combatendo as pragas subterrâneas como Paquinha, Broca-do-colo ou lagarta elasmo, Lagarta-rosca, e pragas aéreas como Vaquinhas, Lagarta-militar, Lagarta-dos-capinzais, Lagarta-preta-das-folhas, Cigarrinha verde, Pulgões, Mosca-branca, Minador-das-folhas.


Outras culturas realizadas

Eucalipto, Choupo, Girassol, Batata, Aveia entre muitas outras.
Entre em contato conosco aqui para saber sobre outras culturas em específico.

Vantagens

Tecnologia DGPS

Todas as aplicações feitas com a tecnologia do DGPS garantindo precisão absoluta ao serviço, diminuindo o tempo economizando dinheiro e aumentando a produtividade.

Foco principal

Emprego de defensivos agrícolas, sólidos e líquidos, emprego de fertilizantes, semeadura, povoamento de águas, combate a incêndios, combate a vetores cucleação de nuvens e outros

Uniformidade

A aeronave aplica em velocidade constante e com o uso do sistema de aplicação por satélite (DGPS), tem a garantia da aplicação uniforme em toda a lavoura.

Aviação agrícola na lavoura

O uso de tecnologia no campo é fundamental para o aumento da produtividade das culturas. A Aviação Agrícola é sinônimo de tecnologia de primeira qualidade em seus serviços prestados. Mesmo após a chuva a aeronave pode iniciar o tratamento da lavoura, evitando a disseminação das doenças.


Considerações técnicas e operacionais

A pulverização com aeronaves agrícolas (aviões ) É o grande trunfo da atividade, pela rapidez de execução, quando a comparamos com os pulverizadores terrestres tratorizados de barras ou turbo pulverizadores. Um avião médio, tipo IPANEMA, operando com sua carga operacional de 500 litros (carga máxima operacional total de 700 litros) pulverizando um volume de 15 litros/hectare (BVO) ou 50 litros/hectare (citros), poder· apresentar um rendimento aproximado de 100 Ha e 50 Ha por hora respectivamente, tendo-se a pista de pouso e decolagem à uma distância máxima de 5 km do centro da área a ser pulverizada e a extensão do “tiro” (comprimento de cada passada) com um mínima de 500 metros. Um trator auto propelido de barras pulverizando o volume de 100 litros em uma lavoura de soja ou um turbo pulverizador pulverizando um volume de 500 litros de calda em uma lavoura de citros, apresentarão um rendimento médio de 350 hectares/dia e de 25 hectares/dia em 10 horas de trabalho respectivamente, em condições normais de operação com as máquinas. No caso dos turbo e pulverizadores terrestres, em condições de chuvas intensas ou solos encharcados a operacionalidade torna-se bastante crítica ou não executável. O que não ocorreria para as aeronaves agrícolas, tornando-as bastante vantajosas

Considerações finais

Os produtores que atualmente possuem um ou mais pulverizadores terrestres na sua propriedade, avaliam a menor necessidade do desembolso financeiro na época da aplicação, porém essa vantagem financeira não se traduz em vantagem economica, pois o produtor apenas administrou fluxo de caixa e não lucratividade da sua lavoura.

read more

Galeria...









Oficina de Manutenção de Aeronaves...

Cuidados com a aeronave

Toda a manutenção realizada é seguida de regras de segurança, confiabilidade nos materias que utilizamos e testamos, tomand cuidando com o bem estar e conservação de sua aeronave.

Nossa Equipe

Dispomos de uma equipe altamente qualificada para atender todas às necessidades dos clientes, com profissionais altamente capacitados e preparados, todos passam por treinamentos constantes em busca de novas informações que possam ajudar no seu dia-a-dia.


Documentação


Certificado de homologação de empresa CHE - 8312-02/ANAC

Experiência, competência e credibilidade conquistadas desde 1983, em sua primeira homologação até 2002, agora retornando a partir de setembro 2007, reconhecida pela Agência Nacional de Aviação Civil “ANAC”.

Certificado de Homologação

Visualize o certificado em uma nova aba

visualizar

Adendo ANAC

Visualize o adendo em uma nova aba

visualizar

Fabricantes de aeronaves


Aero Boero S.A.

  • AB-115
  • AB-180

American Champion Aicraft Corp.

  • 7ECA
  • 7GCBC
  • 7GCAA
  • 7KCAB
  • OKCAB

Indústria Aeronáutica Neiva S.A.

  • -

Ipe Indústria Paranaense de Estruturas Ltda.

  • -

Lávia Argentina S.A. (Laviasa)

  • PA 25-235
  • PA 25-260

Piper Aircraft Inc.

  • PA-18
  • PA-18-A
  • PA-20-180
  • PA-28-235
  • PA-28-140
  • PA-28-160

Shmepp Hirth

  • -

" História da aviação agrícola no Brasil. "

No ano de 1946 um ataque maciço de gafanhotos (Schistocerca cancelata) devasta a região Sul do Brasil mais precisamente a região de Pelotas (RS). O Engenheiro Agrônomo Leôncio Fontelles, Chefe do Posto de Defesa Agrícola do Ministério da Agricultura em Pelotas e o Comandante Clóvis Candiota, utilizando um avião de instrução modelo Muniz M-7 (Prefixo PP-GAP) do aeroclube de Pelotas, realizaram em 19 de Agosto de 1947 a primeira aplicação aérea no Brasil. Esse trabalho conjunto entre Leôncio Fontelles e Clóvis Candiota teve repercussão nacional e “marcou” o dia 19 de Agosto como o “Dia Nacional da Aviação Agrícola”. O piloto civil Clóvis Candiota é considerado o Patrono da Aviação Agrícola no Brasil. Existem ainda outras datas e eventos importantes para a aviação agrícola no Brasil, dentre elas podemos citar:

  • a) Em 1967 foi realizado o primeiro CAVAG (Curso de Aviação Agrícola – 02/09 a 12/12/67).
  • b) Em 19 de Agosto de 1969 foi criada a Empresa Brasileira de Aeronáutica EMBRAER.
  • c) Em 1970 o avião agrícola EMB 200 Ipanema, batizado PP-ZIP, fez seu vôo inaugural no dia 30 de Julho.

Durante toda a década de 70 a aviação agrícola teve grande desenvolvimento. Nessa primeira década de fabricação do avião agrícola nacional Ipanema foram produzidas aproximadamente 400 aeronaves. Durante o período de 1970 até o ano de 2005 foram produzidas um número estimado de 1.050 aeronaves agrícolas Ipanema.

Entre em contato conosco!

Em contrução!


Em breve o formulário estará disponível...


Obrigado, a Agrovel agradece...